2ª Via do Carnê do IPTU Online
Editais de Licitação

Cinto de segurança

POR QUÊ USAR? As desculpas de quem não quer usar 
1- "Posso ficar preso em caso de incêndio" - Soltar o cinto é tão fácil quanto abrir a porta do veículo. Sem ele você corre um risco muito maior de desmaiar, ficando sem nenhuma condição de se defender.

2- "Posso sair ileso se for jogado para fora do carro"- Quem é jogado para fora tem 25 vezes mais possibilidades de morrer do que se estiver seguro pelo cinto.

3- "Em caso de acidente, o cinto dificulta a retirada do acidentado"- Neste caso, o que dificulta são as ferragens retorcidas. O fecho do cinto é liberado com a máxima facilidade.

4- "Minha força física é suficiente para me manter ao volante sem precisar do cinto"- Numa colisão a 20 km por hora, somos atirados contra o volante e o pára-brisa com uma força que equivale a seis vezes o peso do nosso corpo. Imagine em velocidades maiores.

5- "O uso do cinto só é importante na estrada"- Oitenta por cento dos acidentes com danos graves acontecem em áreas urbanas, em velocidades inferiores a 60 km por hora.

6- "Não uso o cinco porque acho que ele não me protege"- O cinto tem demonstrado sua eficiência até mesmo em velocidades superiores a 140 km por hora. Além disso, quem lhe garante que ele não salvará sua vida em caso de acidente?

7- "Nunca me aconteceu nada. Por isso não preciso usar o cinto"- Quatro entre cinco motoristas brasileiros acidentados nunca tinham passado por este problema. O acidente é sempre um imprevisto.

8- "O cinto incomoda e limita meus movimentos"- O cinco corretamente ajustado oferece muito mais conforto e estabilidade nas curvas, buracos e derrapagens. Regule o cinto de modo que você se sinta bem dentro do veículo.

9- "O cinto suja a minha roupa"- A falta de uso pode ter facilitado o acúmulo de pó nos cintos do seu veículo. É fácil lavá-los e mantê-los limpos.

10- "Não quero parecer diferente dos outros usando o cinto"- É melhor ser diferente protegendo sua vida do que correr o risco de morte ou lesões. Nos países desenvolvidos, as pessoas estranham é quando vêem alguém transitando sem o cinto.