2ª Via do Carnê do IPTU Online

Público porto-felicense contará com show de artista internacional

Na sexta-feira, 21, às 20h, no Espaço Cultural “Olair Coan”, a Prefeitura em parceria com o Proac traz a Porto Feliz show com o músico Alexandre Cunha.

O show “Descobrindo a Música Instrumental Brasileira” é uma homenagem aos ritmos brasileiros e toda diversidade harmônica e melódica da música brasileira com arranjos jazzísticos e influências do pop ao clássico.

O grupo Alexandre Cunha tem desenvolvido um trabalho muito conceituado em todo o mundo, tocando em muitos dos maiores festivais de jazz do mundo, representando o Brasil. Seu primeiro CD foi eleito entre os 10 melhores lançamentos nos Estados Unidos.

 

Oficina

Às 18h, o artista promove uma oficina voltada a novos profissionais e, também, formar um público apreciador desse gênero musical.

A oficina pretende ainda fomentar o consumo da música instrumental brasileira, apreciada e respeitada em todo o mundo e ainda tão pouco difundida pelos meios de comunicação no Brasil. O intuito é de proporcionar experiências que garantam a apresentação e a apreciação dos ritmos brasileiros e de nossa cultura.

 

Sobre o artista

Alexandre Cunha é baterista profissional há 27 anos, trabalhando em diversos seguimentos da música, acompanhando artistas, ministrando cursos, workshops e gravando em estúdio. De 94 a 97 residiu na Alemanha gravando vários CDs e tocando com músicos de todas as partes do mundo.

De volta ao Brasil, Alexandre se juntou com outro baterista [Ramon Montanhaur] formando o Brazilian Duet (dueto de música brasileira), único no mundo, um grande sucesso de crítica.

Nele Alexandre desenvolveu uma técnica única no qual toca simultaneamente 2 instrumentos no pé esquerdo (ponta do pé e calcanhar) dividindo a bateria em  5 membros.Este vídeo está atualmente no youtube, com mais de 500.000  visitas com media de 7000 visitas no mês (um dos 3 solos mais visitados do pais).

Em 2005, Alexandre lançou seu primeiro CD “Batepapo”, que conta com grandes “estrelas” da música brasileira e mundial, Airto Moreira, Alegre Correa, Dominguinhos, Arthur Maia entre outros, com grande sucesso de criticas em todo o mundo.

O CD “Batepapo” teve grande repercussão no exterior, conquistou cotação máxima (4 estrelas de 4) no site da radio norte americana www.smoothjazzandmore.com , esteve  2 semanas entre as top ten na rádio CHUO FM  em Ottawa Canadá, 3 meses entre as 50 mais tocadas na rádio WJYC (jazz y clave) e foi eleito um dos 10 melhores lançamentos de 2005 pela conceituada radio nova-iorquina  smoothjazzandmore, além de excelentes críticas nos principais sites de jazz do mundo (allaboutjazz ,jazzreview).

Em 2007, Alexandre foi o principal jurado do maior festival de bateria realizado no Brasil com mais de 1000 inscritos, tendo viajado por 15 capitais brasileiras selecionando os candidatos e ministrando workshops em cada uma delas.

Ainda em 2007, Alexandre lançou seu segundo CD solo, “Batepapo 2”. Gravando em 2008 o programa SESC instrumental Brasil (o mais importante da musica instrumental).

No seu show já teve participações de vários músicos renomados como Arthur Maia, Diego Figueiredo, Thiago Espírito Santo e Toninho Ferragutti.

Em Setembro de 2008 Alexandre Cunha quarteto foi o primeiro brasileiro convidado para tocar no festival internacional de Xangai, onde tocou para uma platéia estimada em 4000 pessoas, Alexandre foi considerado como o melhor show do dia pela revista eletrônica Shangay Jazz Scene.

Em 2008, Alexandre lança a vídeo-aula “Aprendendo a Solar” mostrando toda sua técnica e habilidade de ensino.

Em 2008, Alexandre acompanhou grandes instrumentistas do Brasil no projeto “Jam Session Intrumental” do Jockey Piano Bar em Campinas entre eles: Derico, Toninho Ferraguti, Nelson Ayres, Proveta, Tomati e Teço Cardoso.

Também em 2008, Alexandre fez uma turnê pelo interior de São Paulo pelo projeto de incentivo cultural estadual PROAC (20 cidades) com o show “Batepapo na Música” e contou com a participação de Arthur Maia e Diego Figueiredo como convidados especiais de seu Show.

Alexandre é atualmente diretor musical da Drumfeel – e foi colunista há mais de três anos da revista Moderdrummer Brasil e do internacional website www.drummerszone.com.

            Em 2009 Alexandre lança o DVD “Live in Shanghai” registro ao vivo de seu principal show pelo País.

Em fevereiro de 2010 foi um dos principais músicos do festival Garanhus Jazz Festival, acompanhando artistas internacionais e nacionais como Léo Gandeman, Celso Blues Boy e Karl Dixon (cantor americano)

Em maio de 2010 Alexandre lança seu terceiro CD “Barulho Bravio” que ficou também entre os 10 mais tocados na rádio OTAWA FM , no Canadá.

Em Dezembro de 2010, Alexandre e grupo fizeram uma turnê no Chile, tocando no principal centro cultural do país “Fundación Neruda”. Alexandre ministrou workshop na universidade Del Pacifico em Santiago.

Também em 2010 Alexandre acompanhou Eumir Deodato em sua passagem pelo país.

Em 2011, fez turnês em dois projetos do PROAC, Oficina  Móvel de Música (projeto com sua própria banda) e “História do Contrabaixo Brasileiro” acompanhando Eduardo Machado.

Em 2011, Alexandre Cunha e banda fez uma grande turnê na Ásia, tocando em grandes festivais de jazz conceituados em todo mundo.

Os principais foram: Beischan international jazz festival (Zhuhai – China), OctLoft  jazz festival (Shentzen China), Hong Kong International Jazz Festival, Jarasum Jazz festival (Coréia) um dos maiores do mundo.

Em 2012, realizou mais uma turnê internacional com seu grupo. Bansko International Jazz Festival-Bulgária, Nisville Jazz Festival- Sérvia.

Alexandre também se apresentou quatro dias no Bird`eyes Jazz Club em Basel-Suiça, um dos mais conceituados e o mais antigo Jazz Club da Europa.

Em 2013, Alexandre participou do festival de bateria: 9 Beats Drum Festival”, festival anual que acontece em Tianjin – China, e reúne bateristas renomados do mundo todo.

  • Rádio Porto

    Alternativo