Conheça as atrações abertas para visitação no Parque das Monções

Porto Feliz, 15 de Janeiro de 2017

 

O Parque das Monções é uma área de preservação tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico. É um local histórico, pois era daí que partiam as tais embarcações que iam para as minas de Cuiabá. A construção de suas escadarias, o monumento às bandeiras e de sua arborização datam da década de 1920. Podemos elencar quatro grandes importâncias do parque:

1 - Importância histórica - do seu porto partiam as expedições fluviais que navegavam até as minas de ouro de Cuiabá em busca de ouro, realizar comércio e promover o povoamento, denominando-se o Movimento Monçoeiro.

2 - Importância geográfica - navegabilidade do rio Tietê era a partir do Porto de Araritaguaba, sendo local de partida e chegada. Lugar de espera e preparo (mantimentos e arranjo de mão de obra), alívio na chegada por ter vencido tantos obstáculos e perigos na expedição, rever familiares e quintar o ouro.

3 - Importância geológica - em 2016 alunos da Unimonte (Centro Universitário Monte Serrat) da cidade de Santos (SP) liderados pela Doutora Samara Cazzioli y Goya entregaram o relatório técnico sobre o Paredão Salitroso e a Estrada Parque. A conclusão do relatório indica a idade de 400 milhões do paredão, podendo assim confirmar que era fundo de mar.

4 - Importância sacra - desde a partida das Monções com as bênçãos das canoas, monçoeiros, índios, escravos, indígenas, negros, mulheres, crianças. Em 1924, foi inaugurada a réplica da Gruta Nossa Senhora de Lourdes e a comunidade católica ainda celebra a reza do terço e missa de Nossa Senhora de Lourdes.

Das atrações do parque, podemos destacar:

  • Paredão Salitroso:

Atualmente sabe-se que possui 400 milhões de anos.. Este local abriga provas de que a região esteve submersa há milhares de anos. É constituído de pedra salitrosa, calcário e arenito.

  • Monumento aos Bandeirantes:

Inaugurado em 1920 pelo presidente do Estado de São Paulo, Altino Arantes, o Monumento aos Bandeirantes foi construído às margens do rio Tietê, de onde partiam as expedições monçoeiras. É feito em granito com três baixos relevos em bronze, reproduzindo a "Partida das Monções" de Almeida Júnior, "A bênção das canoas" de Hercule Florence e "Largada de Porto Feliz" de Adrian Taunay;

  • Batelão:

É a embarcação maior da expedições monçoeiras. Seu tamanho podia variar de 12 a 18 metros, acomodando 90 sacos de mantimento ou 105 pessoas. Este exemplar presente no parque foi encontrado no ano de 1943, satisfazendo um desejo de todos para "provar" a existência do movimento monçoeiro.

  • Gruta Nossa Senhora de Lourdes:

A gruta em homenagem a Nossa Senhora de Lourdes está localizada no paredão histórico do Parque das Monções. Foi idealizada e construída graças a dois padres franceses: Alexandre Hourdeau e Vitor Maria Cavron. É idêntica à existente em Lourdes, na França. Foi escavada na rocha e recebeu a contribuição do povo porto-felicense, que ofereceu donativos para a construção. Foi inaugurada solenemente em 1924.

 

O Parque das Monções fica localizado na Rua dos Bandeirantes, S/N, Centro e está aberto para visitação todos os dias das 07h às 19h.

  • Vídeos

    Invista em Porto Feliz

    Rádio Porto

    Alternativo