GCM de Porto Feliz implanta sistema Infoseg

Desde o dia 1º de fevereiro, a Guarda Civil Municipal de Porto Feliz ganhou agilidade na pesquisa de informações. O município implantou o sistema Infoseg, uma rede de informação fornecida para órgãos policiais que possibilita a busca de informações como placa de veículo, RG, CNH e numeração de armas de fogo.

O coordenador operacional titular na cidade, Subinspetor GCM Ciro Pinto Ferreira, explica que o sistema é o mesmo utilizado pela Polícia Militar. “Antes, quando o GCM se deparava com uma situação em que necessitava de informação, tinha de entrar em contato com a PM para ter acesso aos dados. Hoje, podemos fazer diretamente na GCM, através da utilização do Infoseg”, declara.

De acordo com Ferreira, em pouco menos de um mês da implantação do sistema na cidade, a GCM já obteve agilidade. “Tivemos um caso de uma motocicleta. A GCM se deparou com um homem empurrando uma motocicleta, sem placas”, diz. “Quando foi feita a abordagem, através do chassi do veículo, descobrimos que se tratava de um produto de roubo. O homem foi preso”, conclui. Segundo ele, esse foi apenas um caso de vários em que o sistema foi utilizado.

O secretário Chefe de Gabinete, Arnaldo Ricardo Franco Bueno, que também é Guarda Civil Municipal, elogia o novo sistema. “Esta é uma das muitas melhorias que o Governo Levi fará na GCM. Quando se investe em Segurança, estamos pensando no bem-estar da população”.

A Guarda Civil Municipal está vinculada à Diretoria de Segurança e Operações Comunitárias, que responde ao Gabinete do Prefeito.

 

Atividades da Rede Infoseg

A Rede INFOSEG hoje integra os bancos de dados das secretarias de segurança pública de todos os estados e distrito federal, incluindo termos circunstanciados e mandados de prisão; o sistema de controle de processos do Superior Tribunal de Justiça; o sistema de CPF e CNPJ da Receita Federal; o RENACH - Registro Nacional de Carteira de Habilitação e RENAVAM - Registro Nacional de Veículos Automotores, do Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN); o SIGMA - Sistema de Gerenciamento Militar de Armas, do Exército; o SINARM - Sistema Nacional de Armas, da Polícia Federal e o SINIC - Sistema Nacional de Informações Criminais, ambos da Polícia Federal. Estão em estudos e negociações outros sistemas para comporem a grande REDE INFOSEG.

Assim, a Rede INFOSEG disponibiliza, através da Internet, um índice onde é possível acessar informações básicas de indivíduos. Com base nesse índice, o usuário pode detalhar informações sobre o investigado, acessando, via Rede INFOSEG, as bases estaduais e federais de origem, mantendo assim a autonomia e gerenciamento dos estados e dos órgãos federais em relação às informações detalhadas, como processos, inquéritos, mandados de prisão, dados sobre armas, veículos, condutores, etc.

Como a Rede INFOSEG não possui gerência sobre os bancos de dados que disponibiliza, seu índice nacional é alimentado por uma solução de atualização real time ou por processamento em lote onde, à medida que os dados sejam alterados pelo sistema de origem, imediatamente tal alteração se reflete na consulta on-line, facilitando o trabalho dos profissionais de segurança pública, justiça e fiscalização em todo o país. (fonte: www.infoseg.gov.br)

  • Rádio Porto

    Alternativo