Prefeitura inicia trabalhos para ajudar vítimas de tempestade

Tragédia abalou os moradores de Porto Feliz no início da madrugada deste domingo, dia 21. Uma tempestade provocou estragos por todo o município e provocou três mortes.

Casas e prédios ficaram destelhados, árvores caíram provocando queda de fios de energia e cabos de telefone, muros e construções ruíram.

As consequências maiores aconteceram nos bairros Altos do Jequitibá, Jardim Vante, Vista Alegre, e Casas Populares.

A Prefeitura se mobilizou logo após a tempestade. Os setores de Obras Públicas, Desenvolvimento Social, Defesa Civil, Guarda Civil Municipal, Corpo de Bombeiros foram socorrer as famílias desabrigadas.

A remoção aconteceu na manhã deste domingo. Os pertences das famílias desabrigadas foram levados para a escola municipal Vilma Fernandes, no bairro Vista Alegre. Cerca de 12 famílias devem passar a noite nas dependências da escola.

Prefeito Levi Rodrigues acompanhou os trabalhos desde a madrugada. Conversou com as famílias e informou que a Prefeitura não medirá esforços na reconstrução de suas casas.

Também presentes os deputados estaduais Rita Passos e Osvaldo Vergilio, ambos do PSD, além do ex-prefeito de Itu Herculano. Eles disseram que vão até o Governo do Estado pedir auxílio para ajudar as famílias.

 

Vítimas

A tempestade provocou ainda a morte de duas pessoas no bairro Jardim Vante. O desabamento de uma parede sobre a casa, coberta com telha brasilit, matou pai e filho.

Na estrada entre Porto Feliz e Rafard uma outra vítima do temporal. Um homem que morava num contêiner morreu após sua moradia ser arrastada pelo vento.

Outros pontos da cidade sofreram com queda de árvores, muros e destelhamentos. A Defesa Civil da cidade ainda contabiliza todos os estragos.

A Prefeitura continua os trabalhos para ajudar os desabrigados e, com o término das chuvas, inicia o trabalho de limpeza da cidade.

 

UHF

O cemitério novo também sofreu com a ação da forte chuva. Além da queda de árvores, a torre de UHF cedeu ao vento. De acordo com o trabalho dos técnicos no local, o reparo deve levar, pelo menos, 60 dias.

 

Sem aula

As escolas Nair Coli e Juvenal de Campos, ambas no Jardim Vante, ficarão sem aula nesta segunda-feira, 22, devido aos estragos proporcionados com as chuvas. A escola Luiza Carvalho Pires também sofreu com a ação da tempestade.

  • Vídeos

    Invista em Porto Feliz

    Rádio Porto

    Alternativo