Escola Antonio de Pádua leva alunos para conhecerem a fazenda Capoava

Através do projeto “Da história ao textual”, desenvolvido na Emef Profº Antonio de Pádua pelos professores Viviane Giuli e Felipe Miranda, com os alunos dos oitavo e nono ano do ensino fundamental do período da tarde, conheceram alguns pontos da zona rural e parte da história de Porto Feliz.

Nesta sexta-feira, 06, conheceram o casarão Engenho D’água, a fazenda Capoava, usina Angilieri e o Jequitibá histórico. Em história, será trabalhada com os alunos a histórica importância de cada local e na matéria de português os gêneros textuais Crônicas e Artigo de Opinião, comparando o passado de glória com a realidade. “A maioria dos alunos não conhecem estes lugares, muito menos sua história ou importância” disse professora Viviane.

Conhecendo cada lugar, “os alunos tem a oportunidade de ampliar seus conhecimentos e desenvolver o senso crítico, ao comparar com os problemas atuais” afirmou professor Felipe. O transporte foi concedido pela Secretaria de Educação e Cultura.

 

Segunda fase da arborização

Ocorreu na quarta-feira, 9, a segunda fase do projeto de arborização, com plantio de 28 mudas de árvores ornamentais e frutíferas, com ajuda do alunos do primeiro ao nono, mas desta vez do período da tarde. A equipe escolar está animada com a resposta dos alunos que estão ajudando a preservar cada muda plantada. “Foi uma alegria notar o envolvimento dos alunos, ambos se ajudando, até aluno cadeirante ajudou no plantio” contou o diretor Valmir. Ap. Oliveira.

 

Escola Pádua

Fica situada no jardim São Bento, na rua Maria José Soares, 200. Atualmente atende 800 alunos dos bairros adjacentes e zona rural, integra a rede municipal de ensino fundamental da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes.

  • Vídeos

    Invista em Porto Feliz

    Rádio Porto

    Alternativo